O evento, de caráter interdisciplinar, terá a participação de mais de 40 palestrantes e debatedores de diversas unidades da Unicamp (CLE, IEL, IFCH, FE,IC, IB, FEF, FCA, Cotuca), de outras universidades brasileiras (Unisinos, UFU, Ufes, UFRJ, USP, PUC-MG, UFPB, Unesp-Presidente Prudente e UFJF) e da universidade portuguesa de Aveiro. Também participarão como palestrantes vários integrantes de organizações sociais, entre elas Instituto Palavra Aberta, ZeitGest, Intervozes e Brasil 247, além de representantes da Unesco, da Global Alliance for Partnerships on Media and Information Literacy. A deputada Margarida Salomão e o desembargador do TST Jorge Souto Maior participarão, respectivamente, como representantes da política da linguística e do Judiciário paulista.

Serão realizadas ainda 30 comunicações individuais apresentadas por professores e alunos de pós-graduação de diferentes instituições.

FAKE NEWS

Fake News foi escolhido como tema para a edição deste ano do evento por tratar-se de um termo que tem atravessado as mais diversas esferas da sociedade.

“Esperamos que esse evento, pensado a partir do campo de estudos da linguagem, mas no diálogo com outros campos, possa contribuir para o cumprimento, da melhor maneira possível, de uma das principais funções sociais da Universidade pública e gratuita brasileira: a de promoção do esclarecimento da população com base em uma diversidade de estudos e opiniões construídos por agentes responsáveis, norteados por conhecimentos e valores democráticos e socialmente referenciados”, afirmam no material de apresentação do evento as professoras Cláudia Wanderley, do CLE/Unicamp, e Anna Christina Bentes, do IEL/Unicamp, coordenadoras da presente edição do Abralin em Cena.

Veja aqui a programação completa e mais informações sobre 14ª edição do Abralin em Cena.