A ADunicamp subscreveu um pedido de convocação de uma Assembleia Universitária Extraordinária da Unicamp, nos termos do artigo 163 do Estatuto de nossa Universidade, que foi enviado ao reitor prof. Marcelo Knobel no início deste mês.

O pedido partiu de uma iniciativa da representação discente da pós-graduação no Conselho Universitário, e foi subscrito também por dezenas de entidades de representação de estudantes e técnico-administrativos da Unicamp.

O motivo imediato foi a insegurança causada pelos cortes e contingenciamentos nas áreas de educação, ciência e tecnologia, promovidos pelo Governo Federal e que afetam diretamente a Unicamp, Unesp e USP. A estas dificuldades se somam outras em São Paulo, que colocam em risco a autonomia de gestão financeira e administrativa conquistada pela comunidade universitária há 30 anos.

O reitor acolheu o pedido e incluiu a convocação da Assembleia Universitária na ordem do dia da reunião do Conselho Universitário que ocorrerá no dia 24 de setembro. A proposta coloca como pauta “a discussão da situação atual da educação, da ciência e da tecnologia no país”. E indica a realização da Assembleia para o dia 15 de outubro, Dia do Professor, às 12h, no Ciclo Básico I.

A ADunicamp, diante destes fatos, conclama que o Conselho Universitário aprove a convocação do reitor, como prevê o Estatuto vigente. E soma esforços no chamado a toda a comunidade da Unicamp a participar desta histórica Assembleia.