Após a divulgação dos resultados da consulta feita pela ADunicamp sobre as condições do trabalho docente remoto no primeiro semestre de 2020 (conferir o relatório elaborado pelo GT da ADunicamp no Boletim Especial), e após o debate online que a Associação promoveu em torno das principais questões levantadas na consulta (conferir aqui um resumo do debate online ocorrido no dia 7 de julho), a Diretoria propõe a partir daí uma ampla discussão na Universidade sobre o primeiro período letivo que se encerra em agosto e também sobre o próximo, cujo início está marcado para meados de setembro de 2020. Os primeiros encontros, que serão realizados virtualmente, já foram agendados; confira o calendário ao final do texto.

Caso não queiramos simplesmente repetir condições e situações inadequadas de trabalho, tornemos as experiências individuais e coletivas dos e das docentes uma abertura de espaços nas decisões da Universidade e um caminho para orientar as atividades do segundo semestre de 2020, que também serão remotas.

Nesse sentido, a Diretoria propõe aos colegas da Unicamp que organizemos conversas nas Unidades em torno dos desdobramentos e aprofundamentos das questões levantadas pelo Relatório, que se pautou por eixos que tematizaram impactos do trabalho docente remoto emergencial sobre o ensino e a construção do conhecimento, condições materiais e subjetivas nas quais as atividades profissionais têm sido realizadas no período, modificações observadas nas suas práticas didático pedagógicas, expectativas – de diferentes ordens relativas ao momento atual e ao futuro próximo.

Contato para agendar as conversas com a ADunicamp nas Unidades: rose@adunicamp.org.br

ENCONTROS AGENDADOS ATÉ O MOMENTO:

– Dia 03 de agosto, segunda, às 16h: encontro no INSTITUTO DE BIOLOGIA (IB)

– Dia 04 de agosto, terça, às 16h: encontro na FACULDADE DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS (FEA)

– Dia 07 de agosto, sexta, às 9h: encontro na FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS (FCF)