No início da tarde desta segunda-feira, 21, a ADunicamp participou do ato pela readmissão do funcionário Sidney Alex da Silva, demitido sumariamente pala FUNCAMP, após participação na histórica Assembleia Universitária realizada no último dia 15, no Ciclo Básico da Unicamp.

A ADunicamp, após a realização do ato, protocolou junto a administração da FUNCAMP uma carta em que solicita a readmissão do funcionário Sidney. Durante a Assembleia Universitária, se posicionou contrário à iminente demissão de 330 funcionários da Fundação que trabalham na Unicamp.

No documento, a ADunicamp indica preocupação com a confirmação da demissão do funcionário Sidney, uma vez que tal decisão “manchará este momento histórico de unidade da Universidade em defesa da autonomia universitária e em defesa da educação, da ciência e da tecnologia públicas no país”, conforme consta na carta protocolada (leia a íntegra do documento abaixo).

Além disso, a ADunicamp aponta no documento a necessidade de que seja “criada uma comissão formada representantes da FUNCAMP, representantes dos funcionários ameaçados de demissão, representantes da ADunicamp e das demais entidades de representação da comunidade universitária (STU, APG e DCE), com o objetivo de estudar alternativas e implementar ações que garantam a manutenção dos 330 funcionários ameaçados de demissão nos quadros da FUNCAMP”.

REUNIÃO

Após a realização do ato e a entrega da carta à administração da FUNCAMP, o diretor executivo da Fundação, Prof. Dr. João Batista de Miranda, recebeu a ADunicamp e entidades representativas da Universidade.

Na reunião, as entidades se posicionaram a respeito da demissão de Sidney e da ameaça de demissão dos 330 funcionários, expondo a comoção da comunidade universitária sobre a decisão da Fundação. Não houve um posicionamento definitivo da FUNCAMP acerca dos dois pontos.

As entidades estão em conversação para definir próximas ações.

CARTA

Ao

Prof. Dr. João Batista de Miranda, Diretor Executivo da Funcamp

Prezado professor,

A anunciada demissão de 330 funcionários desta Fundação, que trabalham nas dependências da Unicamp, vem causando comoção na comunidade da Unicamp.

Tal situação de alarme se agravou ao longo do final de semana, quando se espalhou a notícia da demissão de um dos representantes da categoria, o funcionário Sidney Alex da Silva, que participou da histórica Assembleia Universitária no dia 15 de outubro. Na ocasião, o Sr. Sidney manifestou-se em contrário à anunciada demissão dos 330 funcionários.

A demissão do Sr. Sidney, se confirmada, manchará este momento histórico de unidade da Universidade em defesa da autonomia universitária e em defesa da educação, da ciência e da tecnologia públicas no país.

Neste sentido, a Associação de Docentes da Unicamp, como entidade partícipe da comunidade universitária, vem mui respeitosamente requerer o que segue:

  •  que seja revertida ainda hoje a demissão do Sr. Sidney Alex da Silva;
  • que seja criada uma comissão formada por: a) representantes da Funcamp – Diretoria Executiva e Conselho Curador, b) representantes dos funcionários ameaçados de demissão, e c) representantes da ADunicamp e das demais entidades de representação da comunidade universitária (STU, APG e DCE), com o objetivo de estudar alternativas e implementar ações que garantam a manutenção dos 330 funcionários ameaçados de demissão nos quadros da Funcamp.

 

Aguardamos sua manifestação.

Campinas, 21 de outubro de 2019.

Prof. Dr. Wagner de Melo Romão

Presidente – ADunicamp