Assembleia de Docentes – 11 de Março, 11h45 (12h15 em segunda chamada)

Pauta
– Adesão à Greve Nacional da Educação em 18 de março;
– Construção de greve nacional de Docentes;
– Campanha Salarial 2020 – Política salarial e Carreira

Greve Nacional da Educação

Foi aprovado no 39º Congresso do Andes-SN – do qual a ADunicamp é seção sindical – a participação na Greve Nacional da Educação, convocada para o dia 18 de março. As pautas principais das mobilizações são a luta contra a precarização do ensino e a defasagem salarial, a renovação do Fundeb e também a luta contra o contingenciamento e cortes de recursos para a ciência e tecnologia. As ações recentes do presidente da República também revestem o dia 18 de um caráter de indignação contra ataques às instituições democráticas no país.

Construção da greve nacional de Docentes

Também foi pauta do 39º Congresso do Andes-SN a possibilidade de realização de uma greve nacional de docentes por tempo indeterminado. Decidiu-se também que haveria uma consulta das seções sindicais e faremos isso em nossa Assembleia.

Campanha Salarial 2020 – Política Salarial e Carreira

A ADunicamp decidiu intensificar o debate na categoria docente sobre política salarial e carreira. Para isso, estão sendo convocadas reuniões nas Unidades da Unicamp – com participação dos conselheiros e da Diretoria da ADunicamp – a respeito da insatisfação dos docentes quanto aos seus níveis de remuneração e também às dificuldades de progressão na carreira. A Assembleia discutirá os resultados desta rodada de debates nas Unidades e iniciará nossas decisões a respeito da Campanha Salarial 2020.