Reunido nesta quinta-feira, 31, o CR (Conselho de Representantes) da ADunicamp decidiu, por unanimidade dos presentes e com algumas abstenções, suspender por tempo indeterminado a contribuição mensal que a entidade faz à CSP(Central Sindical Popular)-Conlutas.

A ADunicamp contribui com a CSP-Conlutas desde 2007, após o Andes-SN se filiar à essa central.

A suspensão da contribuição à central não altera a participação da ADunicamp no sindicato nacional.

“Atualmente nossa entidade não possui nenhuma relação orgânica com a CSP-Conlutas. Nossa defesa da educação e da classe trabalhadora tem se dado em conjunto com sindicatos-parceiros que possuem atuação em Campinas, além do próprio Fórum das Seis. Decidimos priorizar esta atuação. De resto, a própria direção nacional do Andes-SN tem expressado fortes críticas à organização interna e às pautas políticas da central sindical, críticas às quais compartilhamos”, avalia o presidente da ADunicamp, Wagner Romão (IFCH).