Em reunião da Diretoria da ADunicamp, realizada neste dia 03 de junho, o professor Wagner Romão (IFCH/Unicamp) apresentou seu pedido de licença do cargo de Presidente da entidade (confira carta abaixo). Ainda, na mesma reunião, a diretoria deu posse à professora Silvia Gatti (IB/Unicamp), que assumirá o cargo de forma interina.

 


 

Caros e caras colegas de ADunicamp!
Caros companheiros, caras companheiras da cidade de Campinas!

Hoje, por força da legislação eleitoral vigente, me licencio da presidência da ADunicamp e, em consequência, da coordenação do Fórum das Seis.

Desde o final do ano passado, tenho me reunido com companheiras e companheiros da cidade, em boa parte ligadas/os à Unicamp, que compreendem ser fundamental ocuparmos espaço no Legislativo, sobretudo neste grave momento político.

Avaliamos que é o momento de nos lançarmos à disputa eleitoral que se avizinha e de construirmos um mandato parlamentar representativo dos anseios daquelas e daqueles que dão valor à tomada de decisões políticas com base no conhecimento, sem preconceitos de qualquer ordem, em busca do bem comum. É hora de darmos um passo adiante na defesa da educação pública, da democracia e no combate às desigualdades sociais no país e em Campinas. E estamos dispostos a avançar.

A pandemia obrigou a atual Diretoria da ADunicamp – com o consentimento de seu Conselho de Representantes – a estender o seu mandato, que se findaria no último 29 de maio. Não fosse a quarentena já teríamos concluído nossa missão na direção de nosso sindicato, e a minha, na presidência.

Tenho certeza que a professora Silvia Gatti, que assume a presidência nessa interinidade, seguirá conduzindo a ADunicamp de maneira cuidadosa e democrática, na defesa da universidade pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada e também da dignidade da carreira docente.

No momento oportuno, apresentarei mais detalhadamente nossa plataforma política e nosso programa. Farei isso nas redes sociais das quais participo e espero também poder fazê-lo em reuniões presenciais e nas ruas, quando houver segurança sanitária que nos permita.

Forte abraço a todas e todos,

Prof. Wagner Romão