Fórum das Seis indica adesão na Unesp, Unicamp, USP, ETECs e FATECs

Em defesa da educação pública, contra a destruição da aposentadoria e o desemprego. Estes são os eixos centrais do novo dia nacional de luta convocado pelas centrais sindicais, entidades estudantis e de trabalhadores da educação de todo o país.

Reunidas em 31 de julho as entidades sindicais e estudantis que compõem o Fórum das Seis aprovaram o indicativo de adesão nas universidades estaduais paulistas e no Centro Paula Souza. Além de paralisar o trabalho, a orientação é pela participação nos atos e manifestações, que devem ocorrer nas capitais e maiores municípios do estado.

Convocado inicialmente pela Confederação Nacional da Educação (CNTE) e entidades de trabalhadores e estudantis da educação (Andes-SN, Fasubra Sindical, FENET, UNE, UBES, ANPG e outras), como mais um dia nacional em defesa da educação pública, em continuação aos atos gigantes de 15 e 30 de maio, o 13 de agosto acabou ganhando uma amplitude maior. Com o apoio das centrais sindicais, a data também está sendo chamada como “Dia Nacional de Mobilização, Para-lisações, Assembleias e Greves Contra a Reforma da Previdência, em Defesa da Educação Pública e por Empregos”.

LEIA O BOLETIM NA ÍNTEGRA AQUI