A ADunicamp participará na próxima terça-feira, 16 de abril, na Câmara dos Deputados, do ato de lançamento do Observatório do Conhecimento, grupo formado por associações de docentes de universidades públicas de diferentes estados brasileiros e entidades das áreas de educação e ciência.

O Observatório do Conhecimento foi criado para atuar em defesa da liberdade acadêmica e da universidade pública, gratuita e de qualidade. Em seu texto de apresentação, os organizadores do Observatório afirmam que a decisão de organizar ações foi tomada diante das “muitas e crescentes as ameaças às universidades públicas e ao setor de ciência e tecnologia do país”. “O contingenciamento e corte de verbas para a Educação; ameaça de paralisação do CNPQ nos próximos meses por falta de bolsas para pesquisadores; demissões seguidas e incapacidade de gestão no MEC; medidas executivas e projetos de lei que promovem censura e perseguição ideológica de professores e estudantes”, aponta o texto.

O Observatório vai atuar a partir de dois eixos de ações e mobilizações: enfrentando de cortes no orçamento do ensino superior, ciência e tecnologia; e denunciando medidas e práticas de perseguição ideológica a reitores, professores, alunos e pesquisadores.

As associações de docentes ligadas ao projeto se propõem a apoiar e realizar eventos nos campi e outros locais para “engajar estudantes, professores e trabalhadores das universidades”. Além da ADunicamp, integram o Observatório a ADUFRJ (Rio de Janeiro); ADUFEPE (Pernambuco); ADUFC (Ceará); ADUnifesp (São Paulo); APUB (Bahia); ADUFG (Goiás); ADURN (Rio Grande do Norte); ADUFABC (São Paulo); APUBH (Minas Gerais) e ADUFSC (Santa Catarina).

Debates

A rede também pretende levar o debate sobre a importância das universidades, da ciência, pesquisa e tecnologia públicas aos diferentes segmentos da sociedade brasileira.

O site do Observatório na internet (www.observatoriodoconhecimento.org.br) já apresenta os primeiros textos para debate sobre os temas a serem tratados, como “10 Mitos Sobre a Universidade Pública no Brasil”, e traz uma galeria de notícias que vai reportar assuntos referentes às universidades, ao ensino, à ciência e pesquisa.

Os eventos a serem realizados, de acordo com a apresentação do Observatório em seu site, devem abordar um leque amplo de temas, “como o sistema de cotas, a convivência religiosa e a laicidade da universidade, os impactos das reformas trabalhista e da previdência, além da importância do ambiente acadêmico como espaço de produção de ciência, garantia da democracia e promoção de uma cultura de direitos”.

Apresentação

O evento de apresentação do Observatório do Conhecimento, no dia 16 em Brasília, ocorrerá no Anexo II da Câmara dos Deputados, a partir das 18h30, e pretende reunir não só parlamentares mas também docentes, apoiadores, técnicos da educação, estudantes e representantes da sociedade civil.